Escrevo todos os dias por uma razão...
Amar...
O meu coração controla o pensamento e faz com que solte tudo o que me vai na alma...
Amor simplesmente, algo mais puro, que corre pelas veias...
Nem sempre é o que chamam perfeito, com sorrisos, felicidade, também é sofrimento, dor, lágrimas...
A escrita é as minhas lágrimas, os meus sorrisos, a minha felicidade e o meu sofrimento...
A escrita é uma parte do meu amor em forma de letras, palavras, frases, textos...

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

"ADEUS..."





- Adeus...
Não que o quisesse, mas perdi o que me fazia escrever. Me reservei demasiado nas palavras e esquecia o mundo lá fora, na esperança de esquecer a tristeza que me assombrava a alma e destruí-a o coração. Não tenho mais razões para escrever. Não obtenho respostas aos meus problemas, o amor não volta quando eu quero, as amizades são destruídas, e acabo por perder tudo o que ainda me segurava de pé.
Eu só pensava em alcançar a felicidade, escrevia, desabafando, pensando que isso me poderia ajudar, e no fim? Continuei a sentir-me igual, se não pior do que já estava.
Então me despeço numa simples palavra, " Adeus", e que um dia possa voltar, e que desta vez, um sorriso se possa esboçar por cada letra, palavra, frase, texto escrito....Talvez exista esperança de voltar....
Adeus....

Sem comentários:

Enviar um comentário